Slider (Add Label Name Here!) (Documentation Required)

Eclipse

Estarei de passagem se assim o quiseres.
Como o sol agarra a mão da lua com todo o carinho durante um eclipse, só de passagem, agarrarei a tua. Juntos poderíamos ser o mais deleitoso fenómeno que o universo nos permite ser.
Convida-me com o olhar, faz-me juras de um amor aos trambolhões sem proferires uma única palavra. Sem qualquer rédea a segurar-nos seremos selvagem como a natureza a que pertencemos, como a natureza que somos. Não criaremos raízes, não seremos sedentários, deixarei que o vento me guie e deixarei que tu me sigas.
O teu destino és tu. Quem sabe se o teu destino não se cruza com o meu e se a sina do mundo somos nós. Somos perfeitos para o fim que nos destina.
Despe-te, não penses noutros caminhos. Orgulha-te e respeita-te (farei o mesmo e ainda te amarei), tanto nu. como no coito, como numa conversa em que te dispas e te exponhas totalmente, como no silêncio em que nos despimos mutuamente.
Despe-te que esta noite quero ser o teu caminho.
E se não me quiseres, nem de passagem, lembra-te que te quis como a lua almeja o sol quando anoitece. Lembra-te que eu sóbria te quis com todos os teus sonhos. Lembra-te que eu tinha duas mãos nuas que te ansiavam e um corpo que te desejava ainda mais.
Um dia, caso me negues, lembrarei-me que te quis mas que talvez não te quisesse assim tanto.

1 comentários

  1. Podes nem sempre escrever para alguém, isto é, a pensar em alguém propriamente, mas que escreves para milhares de leitores que se sentem compreendidos pelo que escreves, acredita que sim. Quando leio os teus textos e enquadro neles aquilo pela qual passo ou sinto que gostaria de estar a passar, é quase como que se desabafasse contigo e tu falasses comigo diretamente. Obrigada por todos os dias fazeres um bocadinho parte de mim, do meu dia. És uma rapariga com uma força interior que inveja qualquer um, no entanto, uma inveja saudável, pois com o teu jeito mais teu de ser, encantas. Beijinhos.

    ResponderEliminar