Slider (Add Label Name Here!) (Documentation Required)

Não se trata de amor

Não te toco com medo que esse gesto me deixe embriagada com a textura da tua pele, não me aproximo para não me deixar levar pelo teu perfume e muito menos te falo para que as tuas respostas me embalem com o som da tua voz. Fraquejo a cada passo e sei que sou forte por admitir fraqueza, e sei que sou fraca por pensar que sou forte mas caí no desejo de te querer a quereres-me no meio dos meus lençóis por mais que uma noite.
Não é amor, é apenas tentação. Se fosse amor eu choraria com a tua ausência mas a verdade é que só te quero na tua forma humana e não poderia querer menos a tua espiritual/ emocional.
Não se trata de ter frio e querer que tu me aqueças ou de sentir saudades a um domingo pois estou em casa dos meus pais e tu estás em casa dos teus. Não se trata de querer conversas até madrugada, de te conhecer como as palmas das minhas mãos. Trata-se de te querer nu, de percorrer cada centímetro do teu corpo, de o conhecer como conheço o meu...defeito por defeito. Trata-se de não sentir saudade, de não sentir nada sem ser meramente o sentimento cru de prazer. Nunca te quis ouvir falar mais do que o necessário mas confesso que tenho alguma curiosidade em saber o tom em que gemes o meu nome.
Resumindo e concluindo, parece que, não sei como, tenho alimentado a ideia que só atingirei a paz física quando houver uma espécie de metamorfose do teu corpo com o meu. Contudo, não penses que não encontrarei paz de espírito sem ti.

2 comentários

  1. Como eu amo a tua forma de descrever as coisas e fazer entrar nesta escrita maravilhosa.
    Parabéns!
    Continua assim!
    http://grandesonhadorablog.blogspot.pt/

    ResponderEliminar