Slider (Add Label Name Here!) (Documentation Required)

Mudaste de número?

Meu querido,
Queria começar com uma saudação amorosa e reconfortante mas no minuto seguinte lembrei-me que já não me pertencias (aliás creio que nunca foste posse minha ou de ninguém).
A casa está mais vazia desde que partiste. Não deixaste muito da tua presença no apartamento mas o teu cheiro ainda vagueia pelo quarto e por mais que lave estes lençóis parece que ainda dormes comigo todas as noites. Oxalá fosse verdade estas minhas alucinações noturnas.
Já não sinto um lar quando me encontro rodeada destas paredes mal pintadas, contudo, mal saio de casa, não me esforço minimamente para me livrar do seu castanho sujo.
Volta atrás no tempo, volta a tocar-me pela primeira vez, volta a conhecer os lençóis da nossa cama (sem ser ainda a cama das tuas amantes), volta a ser "meu" e desta vez sê mesmo meu sem ser de mais ninguém.
Quando voltares vamos pintar as paredes numa cor tão viva como eu quando estou ao pé de ti, quente como o verão em que nos conhecemos.
Estamos em pleno inverno e tremo todas as noites no extremo da cama, inundada no perfume que abandonaste nas minhas almofadas... por vezes penso em mudar de casa, sair deste labirinto depressivo mas ainda morro na esperança que sejas tu a pintar estas paredes e não eu a destruí-las.

"O número para o qual você ligou não se encontra disponível."

1 comentários