Slider (Add Label Name Here!) (Documentation Required)

Culpa pessoal

Devia ter-te beijado mais uns minutos para deixar de pensar que não te beijei o suficiente, que ficaram beijos por dar; para deixar de pensar que não te dei todo o carinho que te queria ter dado.
Talvez a culpa tenha sido minha por te ter dado tanto corpo e tão pouca alma. Talvez a culpa tenha sido tua por teres deixado.
Chegaste ao ponto em que me substituías com outra pessoa até eu chegar ao limite de substituir a tua presença com beatas a mais. Talvez a culpa tenha sido tua por cheirares sempre a cinzeiro, e minha por eu não me querer esquecer desse aroma.
Acabei por me ir embora com toda a vontade de ficar, aí é que eu entendi: tu já tinhas partido há muito.
Eu queria ter-te feito feliz, tu apenas não me deixaste.
Talvez a culpa tenha sido tua por teres entrado na minha vida, mas sei por certo, que a culpa foi minha por ter sido tão estupidamente ingénua, como sonhadora que sou, que tu poderias ter-me feito feliz.
p.s. eu deixava.

0 comentários:

Enviar um comentário