Slider (Add Label Name Here!) (Documentation Required)

Quando?

Quando é que tudo passou a ser tão físico? Quando é que eu me deixei perder em abraços que não me cativavam para apenas sentir um calor temporário?
Quando é que cinzeiros que guardavam as nossas conversas sobre esperanças de um futuro a meias passou a ser para ti e para ela? Quando é que me esqueceste? Ou melhor, quando é que eu te esqueço?
Adormeço sempre sozinha do lado direito da cama com a expectativa que um dia acorde e que o espaço vazio esteja preenchido com alguém que me transmita felicidade logo pela manhã na forma de um sorriso e de um gesto carinhoso.
Acabo por não estar tempo suficiente com uma pessoa por não me deixar cativar. Acabo por ficar sozinha. Não totalmente sozinha mas um sempre um pouco mais vazia.
Quando é que o tempo me deixou sem um porto seguro?
Quando é que o tempo me traz um "bom dia" sem que eu ainda tenha acordado?
Admito que tenho saudades de sentir mais, admito que tenho medo de sentir demais.

0 comentários:

Enviar um comentário