Slider (Add Label Name Here!) (Documentation Required)

Overdose

Nunca sentiste um saudade antecipada durante um momento nosso, que aquele espaço indeterminado de tempo era o climax da tua vida e que acharias que nunca irias sentir algo parecido? (mesmo que depois se provasse o contrário). Gostaria que, na tua resposta, me desses uma honestidade brutas mas a verdade é que, por vezes, é melhor se algumas palavras ficarem por dizer.
Tudo o que nos é tóxico, tanto para a mente como para o corpo, é o que nos sabe melhor e, em ti, sempre me afoguei rapidamente entre o paraíso e o desastre. Por um lado podemos considerar que me foste matando aos poucos, contudo foi excitante a forma como ia descobrindo partes de mim em ti. Tornou-se auto destrutivo quando procurava partes de ti noutras pessoas. (nada era tão estimulante)
Mais tarde apercebi-me que não havia volta a dar, já não era a mesma pessoa.
No final ganhei a noção que me tratavas como um cigarro, fumavas-me enquanto estavas aborrecido ou mais stressado por causa dos equívocos da vida e depois jogavas-me fora e apagavas-me (contudo, nunca de vez).
Tratavas-me como um cigarro, para mim eras uma droga.
Morreria por ti.
Mas perdoou-te, não porque mereces perdão mas porque eu mereço paz.

0 comentários:

Enviar um comentário