Slider (Add Label Name Here!) (Documentation Required)

Dir-te-ei quem sou

Um dia dir-te-ei quem sou, serei discreta e usarei poucas palavras.
Um dia despir-me-ei como nunca ninguém viu e serei eu em cada palavra que proferir.
Um dia estarei preparada, não sei quando, nem a que horas mas sei que quero ouvir o som da chuva quando o fizer para não estar ciente do medo que terei enquanto o faço.
Um dia serei feita de coragem e aí direi que sou mulher na totalidade da palavra e não apenas de corpo.
Num dia de chuva darei significado à minha caracterização e no final direi que te amo porque  te confiei todos os meus defeitos, todos os meus segredos e toda a minha alma destroçada numa carta em voz alta.
Dir-te-ei que me irrito facilmente porque os pássaros podem voar e eu não. Eu tenho que permanecer livremente presa com os pés na terra agarrada ao capitalismo e a todas as expectativas que não quero ter.
Não direi que estou triste, realmente não estou mas, porém arrasto um sentimento vazio sem saber o porquê ou o como de me livrar deste.
No dia em que te disser quem sou promete-me silêncio e não me deixes.
Não me enchas de sonhos.
Não me transbordes de decepções.

1 comentários

  1. o texto está bastante bonito, no entanto, a forma correta do verbo não é direi-te mas sim dir-te-ei

    ResponderEliminar