Slider (Add Label Name Here!) (Documentation Required)

Facilmente

É fácil descrever o teu toque, como arrepia a minha pele e como lhe toca para além disso. É fácil querer gritar cada letra do teu nome ao ouvido (provocado por cada movimento mais privado que me ofereces, aqueles que anseio o tempo em que me escapas por entre os dedos só para ires brincar com a distância que impede os nossos corpos de se conectarem). É fácil dizer que desta vez não iremos ceder a nenhum pecado carnal, complicado é admitir que o resultado irá permanecer o mesmo, que os nossos trajes estarão espalhados no chão e que tu cobrirás qualquer partícula minha que a roupa cobria. É fácil lembrar-me de todas as vezes em que disseram o teu nome e eu libertei um sorriso envergonhado, no fundo sabia que te pertenceria no final.
Torna-se mais complicado quando o pânico me impede de falar, agarro-me à vida, aperto a tua mão, prendo-me ao fumo, o silêncio impera... contudo continuas ao meu lado, o som baseia-se em respirações aceleradas e bateres cardíacos.
Quebra o meu silêncio, quebra-me o gelo, quebra cada barreira que nos separa.
Provoca-me, liberta-me, não me deixes ir.
Vou reagindo aos poucos, vou melhorando a cada toque.
Mesmo que não seja verdade, a ilusão da cura torna-se agradável.

1 comentários