Slider (Add Label Name Here!) (Documentation Required)

#7

#7 Falar sobre a natureza

Fui crescendo e criando raízes num solo inculto, nada me diz, nada me disse. O sol que me cobre não me aquece, não possuí o calor que necessito.
Crescem plantas no meu íntimo, a sensação de florescer vida em mim é tranquilizante mas impede-me de respirar. O oxigénio deste mundo tira-me o ar.
Os murmúrios do rio não preenchem o silêncio e a sua água é incapaz de me lavar a alma.
Sinto-me presa a uma natureza que deixou de me satisfazer devido à sua localização, penso eu (na realidade não sei, tento arranjar desculpas para esta mesquinha insatisfação).
O sal do mar agarra-se à minha pele misturando-se com o doce dos rios em que me deixei levar pela corrente, a vida continua sem sabor.
A areia queima-me as solas dos pés no entanto acabo por me sentir menos presa à terra que me segura impediosamente.
Acabo por me envolver com a natureza em meu redor, não porque quero mas porque acabo de ter a necessidade de o fazer.

0 comentários:

Enviar um comentário