Slider (Add Label Name Here!) (Documentation Required)

Joga-me

Sente o inferno nos meus detalhes. Olha-me nos olhos, repara nos meus defeitos.
Beija-me levemente e sente o nome que não consigo esquecer.
Toca-me e sente a minha vergonha, sente o meu inverno.
Dorme na minha cama e sente o cheiro do corpo que já não passa mais serões na minha companhia.
Vinga-te na minha pele e ouve o gemido que não foi realizado por pensar em ti.
Saboreia-me e finge que não tenho o típico gosto salgado que ele me cravou na pele.
Agora não confundas este jogo que faço contigo com juras de amor.
Podemo-nos encontrar num serão próximo, beber uns copos a mais.
Ter alguma sorte mútua e culpar as rodadas pagas a meias.
Luzes acesas, mentes apagadas, fechadas a sete chaves.

0 comentários:

Enviar um comentário